Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Saúde suplementar em debate no seminário promovido pela FENAM


Foto: Denise Teixeira-FENAM
Saúde suplementar em debate no seminário promovido pela FENAM
Aluizio Tibiriçá Miranda, conselheiro do CFM, abriu os trabalhos do Seminário Organização Sindical e Saúde Suplementar, neste sábado, 8.


07/11/2008
Aluísio Tibiriçá Miranda, do Conselho Federal de Medicina (CFM), fez palestra para os médicos que participaram no último sábado, 08/11, do Seminário que a Federação Nacional dos Médicos promoveu no Bourbon São Paulo Business Center, na capital paulista, sobre Organização Sindical e Saúde Suplementar.

O conselheiro do CFM fez um relato da situação atual da relação entre os prestadores de serviços e as operadoras de saúde quanto à implantação da Troca de Informações em Saúde Suplementar (TISS), cujo prazo, que terminaria no prõximo dia 30, foi suspenso por conta de ação movida pelo Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj).

O secretário de Saúde Suplementar da Fenam, Márcio Bichara, e o representante do escritório de advocacia Riedel Rezende, Antônio Alves, falaram sobre a questão dos honorários médicos e a contratualização.

Centrais sindicais

O coordenador nacional de saúde da Força Sindical, Rogério de Jesus Santos, deu início às palestras da tarde de terça-feira (07/11), primeiro dia do seminário sobre Organização Sindical e Saúde Suplementar. A abertura do evento foi feita pelo diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Queiroz.

Ao falar sobre saúde suplementar, Rogério Santos destacou a preocupação dos dirigentes da entidade que representa com relação à forma de contratação dos médicos. Segundo ele, o sistema atual prejudica não só a categoria, mas também os usuários. "Há prejuízo para o profissional, que vai desenvolver suas atividades por tarefas, o que gera prejuízo também para quem está sendo atendido", assinalou.

Após o representante da Força Sindical, falaram o presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Antônio Fernandes Neto, Carlos Rogério Nunes, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), e Canindé Pegado, da União Geral dos Trabalhadores.

Organização sindical

Com o tema organização sindical no Brasil, o diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Queiroz,
abriu o Seminário Organização Sindical e Saúde Suplementar. Queiroz fez um histórico da trajetória das centrais sindicais no país, desde quando as entidades surgiram, em 1981, com a realização do primeiro Congresso das Classes Trabalhadoras (CONCLAT), passando pelas fases de arrocho salarial, da globalização e das conquistas importantes, como a Constituição de 88, que apresentou muitos avanços para a classe trabalhadora, até chegar à criação de propostas como a do Conselho Nacional de Relações do Trabalho.

Confira as fotos do evento na galeria de fotos do portal.


Fonte : Imprensa FENAM



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 2448 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)