Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Pesquisa realizada pela Associa??o Brasileira de Psiquiatria mostra novos n?meros da sa?de mental



05/12/2006
O presidente da Associa??o Brasileira de Psiquiatria ? ABP -, Josimar Fran?a, protocolou hoje (05/12), no Minist?rio da Sa?de, uma pesquisa realizada pela entidade em parceria com o Instituto Datafolha. ?Essa ? mais uma colabora??o da ABP para a constru??o das pol?ticas p?blicas de sa?de mental?, informou Fran?a. Segundo ele, uma das principais dificuldades do setor ? a aus?ncia de estat?sticas claras e confi?veis e a pesquisa ser? uma ferramenta fundamental para corrigir essa defici?ncia. ?Com isso, as a??es poder?o ser melhor planejadas e desenvolvidas?, acredita.



O estudo ouviu 207 m?dicos-psiquiatras e 2.267 pessoas sobre a sua percep??o em rela??o ao atendimento aos pacientes com transtornos mentais no pa?s. E os resultados comprovaram o que j? vinham afirmando os m?dicos psiquiatras de todo o Brasil: os servi?os s?o limitados e de dif?cil acesso, principalmente quando se fala em sa?de p?blica.



N?meros



Nos n?meros levantados pelo Datafolha, 84% dos m?dicos afirmam que os servi?os em sua regi?o s?o limitados e n?o atendem ?s necessidades da popula??o. Numa escala de 1 a 10 no quesito facilidade de acesso ? assist?ncia, deram a nota 4,5, com apenas 29% dos entrevistados considerando satisfat?rio o acesso ao atendimento. 85% dos psiquiatras consideram-se bem informados sobre as pol?ticas p?blicas de sa?de mental conduzidas pelo Minist?rio da Sa?de.



Na popula??o



Dos entrevistados, 9% afirmaram que ele pr?prio ou algu?m da fam?lia sofreu de algum tipo de transtorno mental no ?ltimo ano. Dessa parcela, 72% procuraram pelo atendimento no sistema p?blico de sa?de, 23% pelo sistema privado e 21% atrav?s de planos e/ou seguros de sa?de. Dos usu?rios do sistema p?blico, 7% n?o conseguiram atendimento, 47% acharam o acesso dif?cil e 45% f?cil, o que bate com a opini?o dos m?dicos ouvidos pelo Datafolha. A maioria consegue o atendimento, mas de forma dif?cil, o que ? um agravante quando se fala em sa?de mental.



?A popula??o brasileira precisa de melhor qualidade no atendimento p?blico?, diz o presidente da ABP. ?Desde a sua funda??o, a ABP sempre teve como preocupa??o as pol?ticas p?blicas de atendimento na sa?de mental e n?o apenas a forma??o e o aperfei?oamento profissional. Os dados da pesquisa v?o nos ajudar na promo??o de campanhas em prol de uma melhor qualidade de vida para esses pacientes?, finalizou Fran?a ao protocolar o documento no Minist?rio da Sa?de.



Para ver a pesquisa completa: www.abpbrasil.org.br/pesquisa











Fonte : Assessoria de Imprensa ABP - 05/12/2006



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 581 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)