Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Órgão criado para acelerar demandas de saúde no Rio reduziu em 38% os processos



11/11/2013
A Câmara de Resolução de Litígios de Saúde (CRLS) reduziu em 38% o número de processos na Justiça contra o setor em todo estado. Desde setembro, quando a câmara começou a funcionar, cerca de 511 demandas de pacientes foram resolvidas em um período de 30 dias.

A CRLS foi criada para facilitar o acesso da população fluminense a medicamentos, tratamentos da rede pública, como internações e transferências e evitar ações judiciais. A coordenadora da câmara, Rita Mello, disse que, atualmente, o governo do Rio responde por 31 mil processos ligados à área de saúde. A maioria das ações, que correspondem a 74%, foi ajuizada nas varas da capital e o restante refere-se a casos nos demais municípios. Entre os processos mais comuns, estão os de pacientes em busca de remédios, cerca de 60%, e leito para internação.

Rita Mello acrescentou que o objetivo da iniciativa é solucionar com mais celeridade a situação de pacientes que recorrem à Defensoria Pública, sem que eles precisem ingressar com uma ação judicial. "Logo que chegam aqui, os assistidos passam por uma triagem para conferir se o caso, de fato, é relacionado a medicamentos, consultas, exames clínicos e internação. Em seguida são recebidos por assistentes sociais que fazem o cadastro e definem se o atendimento será feito pela defensoria do estado ou da União", explicou.

Segundo a coordenadora, essas pessoas só deixam a CRLS a partir do momento que têm certeza que, ao chegar na unidade hospitalar, receberão o que foi solicitado. "Elas saem com um ofício da Câmara de Resolução com o encaminhamento específico para o local solicitado", ressaltou.

A CRLS é uma iniciativa da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e reúne, no mesmo espaço, representantes das secretarias municipal e estadual de Saúde, defensorias públicas do estado e da União e do Tribunal de Justiça. Ao todo, são feitos 60 atendimentos por dia e a expectativa é chegar a 100 consultas diárias.
Fonte : Agência Brasil



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1005 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)