Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Mais Médicos: votação será nesta terça-feira (01)


Foto: Agência Senado
Mais Médicos: votação será nesta terça-feira (01)
A comissão mista que analisa a MP 621 volta a se reunir no dia primeiro de outubro, no plenário 2 da Ala Senador Nilo Coelho, às 11:30h.


25/09/2013
A partir de sugestão do deputado Luís Henrique Mandetta (DEM-MS), os parlamentares presentes na comissão mista concordaram em transferir a votação da MP 621 para esta terça-feira (01). O motivo do adiamento foi a falta de negociação do texto a fim de construir um relatório de consenso entre as partes.

Nesta da última quarta-feira (25), houve uma reunião onde poucos pontos foram tratados segundo Mandetta e o relator da matéria, Rogério Carvalho (PT-SE), apresentaria um novo parecer sem que tivesse tido algum acordo. "O relator tem se comportado de uma maneira muito errática, cada hora fala uma coisa, não esgota o assunto e não dá transparência. Não havia como irmos para a votação. É preciso que o governo entenda de uma vez por todas que está lidando com vidas". Assista na FENAM TV!

O deputado defende as reivindicações da Federação Nacional dos Médicos (FENAM) em relação ao Mais Médicos e apresentou voto em separado ao parecer do relator na comissão . Ele questiona a ausência da aplicação do Revalida, garantia dos direitos trabalhistas, isonomia do valor da bolsa do programa com os residentes brasileiros e a exigência dos CRMs cederem os registros provisórios, como também pretende responsabilizar o Ministério da Saúde pela atuação dos médicos sem autorização para exercer a medicina no Brasil.

"O governo é inseguro e imaturo, sabe que deve ceder numa série de pontos porque está errado e trata mais uma vez o assunto por uma ótica política e nós vamos continuar batendo na tecla de forma técnica", concluiu.

Os parlamentares voltam a se reunir na próxima segunda-feira (30) para negociações e no dia seguinte às 11:30h, se inicia a sessão da comissão mista para debater a proposta final. A MP deve ser votada às 15h no plenário 2 da Ala Senador Nilo Coelho. Após aprovação, a matéria precisará ser apreciada até 5 de novembro nos plenários da Câmara e do Senado para não perder a validade.
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1206 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)