Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Boletim da COMSU destaca ações da Semana do Dia do Médico


Foto: COMSU
Boletim da COMSU destaca ações da Semana do Dia do Médico
O movimento avaliou, no entanto, que é preciso fortalecer as negociações em todo o país e se reaproximar da população.


12/09/2013
A Comissão Nacional de Saúde Suplementar (COMSU) voltou a avaliar, em reunião ampliada realizada em agosto, o cenário e traçar as próximas estratégias do movimento médico. Desde o Dia Nacional de Alerta aos Planos de Saúde, realizado em 25 de abril, diversas lideranças destacaram avanços nas negociações em alguns estados, especialmente nos valores pagos por consultas.

No Rio de Janeiro, por exemplo, os médicos alcançaram R$ 70 no valor da consulta dos planos que foram alvo de suspensão por guias durante 15 dias: Bradesco Saúde, Porto Seguro e Geap. O mesmo ocorreu na Paraíba, que conseguiu fechar também em R$ 70 a consulta com o Grupo Unidas.

O movimento avaliou, no entanto, que é preciso fortalecer as negociações em todo o país e apontou para a necessidade de uma nova ação nacional para dar publicidade ao descontentamento dos médicos e ao desrespeito antiético das empresas com relação aos direitos dos pacientes e a valorização dos profissionais.

Para isso, após as negociações, as lideranças recomendam que as ações nos estados sejam concentradas e integradas ao cronograma de atividades programadas pelas entidades médicas para a semana em que é celebrado o Dia do Médico (18 de outubro), sendo o dia 17 a referência para as denúncias do setor da Saúde Suplementar.

Em São Paulo, a Associação Paulista de Medicina (APM) se prepara para apresentarar durante a Semana do Médico os resultados da nova pesquisa encomendada ao Datafolha, que desenhará um panorama sobre a avaliação dos pacientes quanto ao atendimento dos planos de saúde no estado.

Já o Conselho Federal de Medicina (CFM) elabora uma campanha nacional para o Dia do Médico, que defenderá a ética e a qualidade da assistência à saúde pública e privada. As equipes de comunicação das entidades médicas nacionais também irão propor uma estratégia de divulgação das ações de outubro junto à imprensa e à sociedade, elaborando para as redes sociais uma campanha específica de apoio às atividades da Semana.

Assim, a Semana do Médico deste ano será um ponto de reencontro entre médicos e sociedade, no confronto à má assistência prestada pelos planos de saúde, que cada vez mais têm recebido críticas dos órgãos de defesa do consumidor e da própria Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Leia a edição completa do Boletim da COMSU nº 23

- Semana do médico concentrará ações pela valorização da classe e pelo respeito aos pacientes

- Relação entre médicos e operadoras de saúde é da competência da Justiça Trabalhista, decide TST

- Resolução do CRM-PR prevê suspensão de registros de operadoras que descumprirem normas da ANS

- COMSU discute novo modelo de remuneração de hospitais

- Novo rol de procedimentos da ANS ainda não contempla CBHPM

- AB delibera sobre nova hierarquização

- Nota das entidades médicas pede saída de Elano Figueiredo da diretoria da ANS

- Planos de saúde têm venda suspensa

Fonte : SIMEPAR



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1176 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)