Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

ES: sindicato solicita audiência pública na Câmara de Vitória para debater Programa Mais Médicos



04/09/2013
Os diretores do Sindicato dos Médicos do Espírito Santo, Gustavo Picallo, e Moaci Guimarães e o seu vice-presidente, Luiz Baltazar estiveram reunidos nesta no dia 28/8 como o vereador de Vitória, Luiz Emanuel Zouain e solicitaram a convocação de uma audiência pública para debater o tema "Programa Mais Médicos na Capital do Estado". A audiência foi agendada para o dia 13 de setembro no Plenário da Câmara de Vereadores de Vitória.

Na audiência será discutido o Projeto de Lei 29/2013, de autoria do vereador, que proíbe a contratação, no âmbito do município de Vitória, de profissionais médicos estrangeiros sem que o documento esteja revalidado por uma universidade pública brasileira.

Segundo o parlamentar, o objetivo da lei é assegurar que os moradores de Vitória tenham a garantia de atendimento somente por médicos habilitados, conforme previsão legal já existente. Luiz Emanuel destacou que o PL não tem como propósito impedir que os médicos estrangeiros atuem no serviço público, mas busca assegurar o direito ao munícipe de ser atendido por profissionais médicos habilitados.

“Oferecer tratamento médico sem nenhum controle da capacidade técnica dos profissionais responsáveis é colocar em risco a saúde dos moradores de Vitória, especialmente a população mais carente. Esta é uma atitude, no mínimo, temerária, para não dizer criminosa”, avaliou o vereador.

Dr. Gustavo, que também é diretor de comunicação da entidade, disse que a ação do Simes é no intuito de garantir a qualidade do atendimento médico ao cidadão capixaba. “"Ter médico sem a comprovação técnica e científica para atuar junto ao cidadão brasileiro é ultrajante, tendo em vista que os nossos governantes se tratam em centros de excelência. Nossa população merece respeito e o investimento necessário por parte do poder público para garantir não só médico, mas toda a infraestrutura necessária”", disse.

O Sindicato voltou a lançar o desafio aos administradores públicos favoráveis à contratação de médicos sem o exame de revalidação, de se comprometerem a ter todo o atendimento pessoal e de sua família no Sistema Único de Saúde, especificamente com os médicos que não tiveram seus diplomas Revalidados.
Fonte : SIMES



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 738 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)