Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Presidente da FENAM nas ruas do país contra o Mais Médicos


Foto: Fernanda Lisboa
Presidente da FENAM nas ruas do país contra o Mais Médicos
Protesto da categoria médica nesta quarta-feira (31), na Avenida Paulista.


01/08/2013
O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Geraldo Ferreira, acompanhou amplamente a deliberação de paralisação da entidade nos últimos dias 30 e 31. Líder no movimento da categoria, ele esteve na última terça-feira à frente da manifestação em Natal e ontem (31), juntou-se ao ato em São Paulo. A mobilização que atingiu todo o país teve o intuito de gerar pressão no governo e conscientizar a população acerca do Programa Mais Médicos, criado pela MP 621/2013.

Ferreira ressaltou que a crise na saúde é antiga e a classe médica nunca foi ouvida nas negociações com o governo, exigindo assim ações mais fortes. "Sem pressão, não conseguiremos algum resultado. O problema é de anos e agora temos certeza que é preciso atitude ousada". Para ele, as últimas medidas do governo tratam de atitudes eleitoreiras e de enganações.

Em São Paulo, cerca de 400 médicos protestaram na Avenida Paulista. Com cartazes e apoiados por carros de som, os manifestantes fecharam um dos sentidos da pista. Ferreira decidiu estar na capital, já que possui a maior concentração de médicos e vem se destacando com as manifestações do movimento.

Em Natal a concentração foi em frente ao Walfredo Gurgel, hospital de referência em urgência e emergência do RN. De lá os médicos saíram em caminhada até a Governadoria onde decidiram esticar o protesto até as imediações do shopping Via Direta, na BR 101. A manifestação contou com o apoio do senador e médico Paulo Davim (PV) que reforçou o discurso de que os médicos não podem ser os culpados pela crise na saúde.

Nesta quinta-feira (01), o presidente da FENAM se reúne com membros das entidades médicas nacionais para programar a próxima semana do movimento em Brasília.

Cofira ao restante do calendário:

Agosto

Dia 8: Audiência pública no Congresso – Marcha dos Médicos à Brasília.
Dia 9: Realização do Encontro Nacional das Entidades Médicas (Enem)
Dia 10: Encontro Nacional das Entidades Médicas (Enem)
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 980 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)