Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Mídias sociais é destaque no segundo dia do VIII Seminário Médico/Mídia


Foto: Divulgação/FENAM
Mídias sociais é destaque no segundo dia do VIII Seminário Médico/Mídia
Em sua oitava edição, o Seminário Nacional Médico/Mídia tem como objetivo colaborar com os profissionais de saúde no seu relacionamento com a mídia.


01/07/2013
A sexta-feira (28) de debates se iniciou com o tema "Comunicação no Século XXI". Foi ressaltado que não basta estar nas redes sociais, é preciso ter estratégia. Segundo Edney Souza, o tipo de conteúdo e a forma de divulgação é o que vai influenciar e conduzir as pessoas no ambiente virtual. Ele é organizador da Social Media Week São Paulo, Co-Curador da área de Social Media da Campus Party Brasil e do Social Media Labs do InterCon, e também Professor de Redes Sociais na FGV. O instrutor e especialista em planejamento de mídias sociais, Walder Júnior, completou que além do planejamento é importante monitorar o trabalho para seguir as tendências e fidelizar o público. "Transforme clientes em advogados da marca", aconselhou.

"O paciente informado e o lado do médico" foi o assunto da segunda mesa abordado pelo médico especialista em tecnologia da informação em Saúde, Leonardo Diamante. Ele ressaltou o cuidado que todos devem ter ao se consultar no ‘Dr. Google e outros’. "A internet oferece informações médicas não regulamentadas, onde se predomina conteúdos equivocados e o paciente não tem capacidade crítica", aifmou. Segundo ele, o paciente realmente informado é aquele que recorre ao computador antes e depois da consulta.

Na última mesa do dia, o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Carlos Vital, explicou sobre a resolução da entidade acerca da Publicidade Médica, a 19974/2011 . Ele destacou a diferença entre o médico fazer publicidade e não propaganda. "A população espera uma postura honesta e responsável de nossa parte e por isso temos normas para que o profissional não se auto promova". O CFM busca fiscalizar a conduta e manter o respeito mútuo na relação médico-paciente.

Para fechar o seminário, o secretário de relações trabalhistas da FENAM, Eduardo Santana, ressaltou a evolução da comunicação das entidades e a participação da Confemel nesta edicção. Para ele, além de fortalecer a aliança do movimento médico brasileiro, foi dado um passo maior. "Juntos, defendemos a qualidade da saúde dos nossos médicos e dos nossos povos", afirmou.


Confira ao primeiro dia da programação.
Fonte : Fernanda Lisboa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 846 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)