Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: seguranças nos postos - movimento fará levantamento por região


Foto: Simers
RS: seguranças nos postos - movimento fará levantamento por região
Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Segurança, João Elbio, os postos já receberam os contatos da Brigada que são referência para as suas regiões.


03/04/2013
SIMERS, Brigada Militar, Secretarias de Segurança e Saúde e Guarda Municipal de Porto Alegre reuniram-se mais uma vez na tarde dessa terça-feira, 02, para dar andamento as ações de segurança em postos de saúde da Capital. O grupo tem se reunido semanalmente no movimento que visa debater medidas contra atos de violência nestes locais.

No encontro realizado no Centro Vida (pertencente à gerência Norte Eixo-Baltazar) foi decidido como se dará a atuação da campanha. Foi proposto um calendário de reuniões com representantes de outras regiões da cidade para apresentar os representantes da BM para as coordenadorias das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Segurança, João Elbio, os postos já receberam os contatos da Brigada que são referência para as suas regiões. “Dessa forma os funcionários saberão a quem se dirigir, além de criar familiaridade, interação e, dessa forma, mais segurança”, disse

SIMERS propõe visitas diárias da Guarda e BM nas UBSs

A diretora do SIMERS, Ana Maria Martins, questionou a possibilidade de visitas diárias da Guarda Municipal nas unidades de saúde para coibir casos de violência. Conforme representantes da Guarda, não há efetivo suficiente para a demanda, pois há também atendimento nas escolas. A inspeção das UBSs é feita entre duas e três vezes por semana. “Não podemos aceitar que faltem funcionários que vão trabalhar pela segurança dos demais. Neste caso, é preciso que hajam mais contratações”, argumentou.

Ela reforçou também a importância do trabalho em conjunto e da atenção dos órgãos de segurança com a pauta. “Em dias de marcação de consultas, que geralmente ocorre às 7 horas da manhã, pode ocorrer tumulto devido a distribuição das fichas. Nestes casos as forças estarão presentes preventivamente graças as ações que estão sendo elaboradas e que serão levantadas juntamente com os responsáveis pelos postos”.

Vídeo-monitoramento e outras ações para reduzir ocorrências

Outras ações que visam reduzir os casos de violência e agressão a funcionários e pacientes de postos de saúde em Porto Alegre foram apresentadas pela Secretaria de Segurança. Conforme o secretário adjunto, João Elbio, o projeto de video-monitoramento, que colocará câmeras de segurança nas UBSs, está em fase de projeto, com reuniões de grupo de trabalho e tem previsão de atender a maioria dos postos em 2014.

Também há projeto para a aquisição de rádios de comunicação que serão distribuídos visando a facilidade de contato entre as unidades de saúde e as forças que poderão atender mais rapidamente os casos de violência.
Fonte : Simers



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 835 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)