Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PE: sindicato e prefeito do Cabo discutem assistência ao parto e segurança


Foto: SIMEPE
PE: sindicato e prefeito do Cabo discutem assistência ao parto e segurança
Na ocasião, o prefeito, Vado da Farmácia reconheceu a importância do médico para o Cabo de Santo Agostinho.


06/03/2013
Na manhã dessa terça-feira (5), a secretaria geral do Simepe, Cláudia Beatriz e os diretores, Malu David e Adilson Morato foram recebidos pelo prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Vado da Farmácia e sua equipe de gestão na sede da prefeitura, no centro da cidade.

A reunião teve como pauta principal a assistência ao parto no município, tendo em vista a importância do assunto frente à crise das maternidades e afim de garantir qualidade de assistência médica às gestantes. Neste aspecto, foram apresentados dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) de 2011 que apontam que o Cabo fez 51% dos partos esperados para o município.

Segundo Cláudia Beatriz, é necessária recomposição das escalas de plantão nas diversas especialidades: obstetras, neonatologistas e anestesistas,bem como garantir a segurança nas unidades de atendimento de emergência, maternidades, hospitais e pronto atendimento. Sinalizou também para a questão das ambulâncias que não oferecem condições de segurança para transportar pacientes.

O secretário de saúde, Lula Lima, explicou que já vem tomando algumas medidas mais urgentes. "Devemos nomear médicos concursados, investir na estrutura das unidades, além de contratar militares reformados para reforçar a segurança local", assinalou. Lima reconheceu a diminuição no número de guardas municipais, devido à exoneração e redução de carga horária. Quanto à questão das maternidades, o secretário informou que existe uma "invasão" de gestantes procedentes de Escada, Ipojuca, Jaboatão que buscam parir no município.

A garantia que temos neste momento, é a previsão do termino da reforma da maternidade que está prevista para daqui a 15 dias", frisou. O secretario ainda destacou uma possível solução para o problema das ambulâncias e ressaltou: "No carnaval nós terceirizamos o serviço das ambulâncias, como deu certo, pretendemos fazer novamente".

Na ocasião, o prefeito, Vado da Farmácia reconheceu a importância do médico para o Cabo de Santo Agostinho e assumiu o compromisso de garantir pelo menos dois guardas municipais por cada plantão de emergência, garantindo assim, a segurança dos mesmos.
Fonte : SIMEPE



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 884 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)