Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

IV Encontro da CIST debate condições de trabalho e qualidade de vida do trabalhador


Foto: FENAM
IV Encontro da CIST debate condições de trabalho e qualidade de vida do trabalhador
O evento apontou desafios e perspectivas e contou com oficinas onde houve trocas de experiências.


22/11/2012
Com o objetivo de discutir a melhoria das condições de trabalho e da qualidade de vida do trabalhador, foi realizado nos dias 21 e 22 de novembro, em Brasília, o IV Encontro Nacional das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador – CIST.

"Tratamos aqui dos cidadãos brasileiros em seus vários ramos de atividade. São questões que envolvem riscos à saúde," afirmou o representante da FENAM no evento, Jacó Lampert. Para ele, gestores públicos e privados têm a obrigação de preservar a qualidade de vida dos trabalhadores do país.

O evento debateu temas como o fortalecimento e a participação social na saúde do trabalhador; apontou desafios e perspectivas e contou com oficinas onde houve trocas de experiências, além de palestras e um encerramento com a avaliação geral da Política Nacional de Saúde do Trabalhador.

"O que discutimos e tiramos como orientações de ações tornam-se recomendações aos conselhos de saúde que, em última instância, deliberam sobre o assunto", comentou o dirigente que acredita que o encontro está cada vez melhor. "As palestras de conteúdo para agregar valor ao conhecimento dos participantes têm sido mais abrangentes, há de fato mais experiência e amadurecimento".

O coordenador da Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Carlos Augusto de Souza, explicou que as questões no encontro têm impacto positivo para os trabalhadores, "os temas abordados aqui são bem formulados, a política do trabalhador só tem sentido se as ações tiverem transformação no local de trabalho".

Para o coordenador da CIST Nacional, Jorge Venâncio, o IV Encontro das Comissões Intersetoriais é um processo importante, "temos uma lacuna na relação do Conselho Nacional com os parceiros estaduais e municipais, pelo fato do SUS ter independência dessas instâncias, e por isso, é necessário uma troca de experiência, diálogos intensos e maiores esforços para melhorar, seguramente, o padrão social do trabalhador".

Marco Antonio Torres, diretor do Departamento da Saúde do Trabalhador do Sindimed-MG, também participou do evento, para ele, o país esta se organizando, "temos cada vez mais conselhos setoriais e participação popular para o controle igualitário da saúde do trabalhador, a temática requer um debate propositivo entre setores do governo e as instâncias dos segmentos sociais envolvidos".

O IV encontro foi organizado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e Ministério da Saúde. A saúde do trabalhador representa um espaço qualificado, é uma conquista dos trabalhadores brasileiros, institucionalizada na Constituição Federal de 1988 como parte do direito universal à saúde e competência do Sistema Único de Saúde.

Representantes das CISTs estaduais e municipais também participaram do evento. Confira a Portaria N° 1.823 de 2012 , que institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora.


Fonte : Viviana Lira



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1317 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)