Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Federação lança livro pioneiro no Brasil sobre Medicina Fetal



01/11/2012
Cumprindo seu papel social de estimular os especialistas em ginecologia e obstetrícia na adoção de práticas que contribuam para aumentar a qualidade da assistência às suas pacientes, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia ( Febrasgo ) traz o livro Medicina Fetal (Ed. Elsevier). O lançamento acontece no dia 16 de novembro, durante o 1º Congresso Internacional de Medicina Fetal da Febrasgo, em Brasília.

"A obra é primeira no Brasil que reflete, de forma uniformizada, os pensamentos das várias escolas médicas na área de Medicina Fetal", adianta o presidente da Comissão Nacional Especializada em Perinatologia da Febrasgo, Eduardo Fonseca, que assina o livro. "Trazemos uma abordagem eclética, necessária para a atuação dos profissionais em qualquer região brasileira", completa.

Autores convidados – Dentre nomes que integram a autoria do livro está o do inglês Kypros H. Nicolaides, maior pesquisador na área de Medicina Fetal do mundo e professor de Medicina Fetal da Escola de Medicina do King´s College London. Outro profissional renomado presente na obra é Roberto Romero, um dos pesquisadores mais lido e respeitado na área de fisiologia e prevenção de partos prematuros no mundo, professor da Divisão de Perinatologia do National Institute of Child Health and Human Development, do National Institutes of Health e do Department of Healh Human Services, nos Estados Unidos.

Atlas multimídia – Medicina Fetal tem 40 capítulos e conta com um acervo multimídia, disponibilizado pela editora Elsevier, com 40 vídeos e casos clínicos. Fonseca explica que "essa é uma ferramenta complementar excelente para os médicos que praticam a medicina fetal armada e obstetras que precisam orientar pacientes com as diretrizes corretas em seus consultórios, desmistificando conceitos errôneos sobre alterações que possam ocorrer".

Série – A publicação faz parte da Coleção Febrasgo que terá mais sete volumes: Endocrinologia Ginecológica; Gestação de Alto Risco; Reprodução Humana; Anticoncepção; Câncer Genital; Câncer de Mama; Doenças Infecciosas em Obstetrícia. A série é voltada para profissionais e residentes de Ginecologia e Obstetrícia que necessitam de uma fonte para formação, consulta e atualização nas subáreas de atuação.

Congresso – O 1º Congresso Internacional de Medicina Fetal ocorre simultaneamente ao 1º Congresso Internacional de Medicina Perinatal e o 11º Congresso da Sociedade Ibero-Americana de Diagnóstico e Terapêutica Pré-Natal (SIADTP), este último realizado pela primeira vez no Brasil. A parceria da Febrasgo com a entidade internacional promete abrir portas para a troca de conhecimento em pesquisas e avanços na área de ginecologia e obstetrícia. Para Eduardo Fonseca, a realização do encontro em terras brasileiras coloca o Brasil na vanguarda da Medicina Fetal na América Latina.

Dois mil congressistas são aguardados. O presidente da Febrasgo, Etelvino Trindade, salienta que o evento tem tudo para ser um grande marco para a medicina fetal. "Esse é um terreno onde muitos associados labutam e o encontro dará a oportunidade de reciclagem e aquisição de novos conhecimentos". Na programação estão palestra de profissionais do Uruguai, Peru, México, Paraguai, Portugal, República Dominicana, Venezuela, Argentina, Croácia, Equador e Colômbia.
Fonte : Febrasgo



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 953 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)