Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

AL: presidente do sindicato dos médicos é ameaçado de prisão por lutar por melhores condições


Foto: Regina Carvalho
AL: presidente do sindicato dos médicos é ameaçado de prisão por lutar por melhores condições
Wellington Galvão em esclarecimento à imprensa.


24/09/2012
O presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Wellington Galvão, juntamente com outros médicos, foram presos pela Polícia Civil após mandado expedido pelo Tribunal de Justiça de Alagoas. Galvão prestou depoimento e depois foi liberado, deixando a delegacia acompanhado de vários colegas, que saíram em defesa da categoria. A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) tem acompanhado a situação da greve no estado e, em apoio ao sindicato e ao presidente, acionou o jurídico da entidade para tomar as providências necessárias.

Os médicos são acusados de descumprir ação judicial que determinava o retorno aos trabalhos dos legistas que atuam no Instituto Médico Legal de Alagoas. O mandado foi expedido pelo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Sebastião Costa Filho.

Os sindicalistas se reuniram em assembleia na sede do Sinmed para decidir os rumos do movimento . A expectativa é a de que o movimento grevista ganhe força. Está prevista uma paralisação geral de uma hora em todos os serviços de saúde da capital, a partir das 11h.
Fonte : Imprensa FENAM com informações do Gazeta Maceió



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1029 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)