Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PA: médicos do sindicato pedem a deputado retirada da categoria da MP 568


Foto: Sindmepa
PA: médicos do sindicato pedem a deputado retirada da categoria da MP 568
Os diretores Waldir Cardoso, Wilson Machado, Paulo Bronze e Jorge Tamer com o deputado federal Claudio Puty (PT/PA)


29/05/2012
Diretores do Sindmepa foram recebidos em audiência, na tarde desta segunda-feira (28), pelo deputado federal Claudio Puty (PT) para conversar sobre a MP 568, que trata de alterações em planos de carreira, tabelas salariais e gratificações de diversas categorias de servidores públicos federais. A MP reduz em 50% as tabelas salariais de todos os médicos civis do serviço público federal, criando para compensar a redução a Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI).

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão alega que é necessário equiparar as tabelas dos médicos às dos demais profissionais de nível superior, o que significa passar as atuais tabelas de 20h para 40h, sem ajuste dos vencimentos, o que representa, na prática, redução à metade dos vencimentos.

Assim, a tabela para a carga horária de 40h semanais passaria de R$ 4.000 para R$ 2.000, hipoteticamente falando. Para compensar a redução, a MP cria a VPNI, que vai reduzindo de valor, gradativamente, a medida em que aumenta o valor da carga horária de 20h. 'Isso significa, na prática, redução salarial, inclusive para médicos aposentados', explica o dr. Waldir Cardoso, diretor do Sindmepa e secretário de Comunicação da Fenam.

Cardoso e os diretores Wilson Machado, Paulo Bronze e Jorge Tamer participaram de uma audiência com o deputado federal Claudio Puty (PT/PA), que preside a comissão mista que avalia a MP. O médico fez um relato da situação ao deputado que mostrou-se sensível à causa dos médicos. 'Não somos contra o projeto, mas queremos retirar a categoria médica dele', explicou Cardoso. Cerca de 40 mil médicos em todo o Brasil serão prejudicados com essa MP, incluindo médicos ativos e aposentados, ressaltou Cardoso.

O deputado Claudio Puty mostrou surpresa diante das explicações dos médicos e disse que irá tentar intermediar uma solução para o problema. Ele também ouvirá as queixas dos docentes da UFPA com relação à MP e marcou uma nova reunião com os médicos para a quinta-feira, 31.
Fonte : Sindmepa



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1236 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)