Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

RS: médicos municipalizados tem redução de carga horária oficializada



09/05/2012
A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, por meio do Memorando Circular 203/2012, assinado pelo secretário Marcelo Bósio, oficializa a redução de carga horária para parte dos médicos municipalizados estaduais, bem como os federais (em extinção). A instrução normativa, do dia 7, foi encaminhada a todas as coordenações de postos e hospitais da rede. A medida beneficia apenas os médicos municipalizados cujos cargos no Estado são denominados técnicos científicos ou extranumerários.

No documento, o gestor informa às chefias que as cargas horárias deverão ser cobradas conforme o acordo firmado entre a prefeitura e o comando de greve, em 2003, regulamentado pela Carta de Intenções de 21/07/03 e o ofício no 570, de 11 de setembro de 2011.

Os servidores do Estado chamados de especialistas em saúde não foram abrangidos pela instrução normativa. Segundo a SMS, eles permanecem regulados pela Lei 13.417/10, que dispõe sobre a reestruturação de quadro de funcionários da saúde pública, e devem, portanto, cumprir a jornada semanal referida na legislação. Para a diretora sindical Clarissa Bassin, o ato da prefeitura acalma os ânimos de uma parte da categoria, mas falha em atender aos interesses do SIMERS, que pleiteia a concessão da redução a todos. "Vamos continuar buscando a igualdade de condições".
Fonte : SIMERS



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 849 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)