Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

AM: vereadores apoiam sindicato na luta pela Unimed Manaus



30/03/2012
A Tribuna Popular sobre a situação financeira da Unimed Manaus, realizada na manhã de quarta-feira (28), no plenário Adriano Jorge, na Câmara Municipal de Manaus, proposta pelo Ver. Isaac Tayah (PSD) fortaleceu a iniciativa do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) na luta pela cooperativa. Os vereadores manifestaram apoio ao Sindicato aderindo ao movimento pela recuperação da Unimed Manaus.

O presidente do Simeam, Mario Vianna, esclareceu aos vereadores sobre a real situação da cooperativa que passa por uma crise de credibilidade. "Tivermos duas reuniões na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), no Rio de janeiro, ouvimos dos diretores que a situação da cooperativa aponta para uma futura alienação de carteira e liquidação. A direção da Unimed vende a imagem que está tudo bem com a cooperativa, mas essa não é a realidade", assegurou.

O vereador Luis Mitoso (PSD) afirmou que a crise da Unimed é interesse de todos, pois tem reflexos diretos na Saúde do povo de Manaus e do Amazonas . "Essa casa tem responsabilidade de interagir para o bem da população" e o vereador Paulo Nasser (PSC), disse que a penalização não será para um, mas para todos, caso seja decretada a liquidação da cooperativa. Também na sua fala Nasser informou sua saída da UNIMED e a insatisfação dos Urologistas com a gestão atual.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Manaus, vereador Homero de Miranda Leão (PHS), que acompanhou a comissão do Simeam na segunda reunião na ANS, destacou a gravidade da crise da cooperativa. "Esse assunto preocupa a cidade de Manaus, pois quando os planos de saúde não atendem seus usuários, essas pessoas migram para o Sistema Único de Saúde (SUS). Na segunda-feira (26) ficou claro que caso a cooperativa não cumpra os acordos com a ANS a Unimed Manaus será liquidada", disse.
Para a vereadora Lúcia Antony (PCdoB), a saúde precisa ser discutida como um todo. "Há uma tendência nos últimos anos de falência das cooperativas que passam a ser compradas por empresas privadas, fico preocupada com os usuários que pagam um plano de saúde e certamente depois de alguns anos não poderão contar com esse plano. Sem uma empresa como a Unimed a saúde pública se tornará um caos", disse.

O vereador Luiz Alberto Carijó (PDT) afirmou que a situação da Unimed virou caso de polícia e parabenizou o trabalho e a coragem do Sindicato dos Médicos. "O Sindicato está intervindo nessa luta como o último bastião. Era uma crise econômica financeira, que virou política e agora virou caso de polícia. Deixei de ser usuário da Unimed quando precisei de alguns especialistas que não estavam mais atendendo pelo plano. Deve ocorrer uma rigorosa fiscalização para punir aqueles que danificaram o patrimônio dos cooperados e usuários. A Unimed está doente e a gestão atual não admite isso. A doença é grave e pode ser terminal", completou.


O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Isaac Tayah (PSD), reafirmou que as ações tomadas pela comissão do Simeam são para salvar a cooperativa. "Tudo que está sendo feito é para assegurar e preservar a marca Unimed, por isso estive na ANS, no Rio de Janeiro, com o vereador Homero, para saber a gravidade do problema da cooperativa que é meramente administrativo. Estamos tentando tirar a Unimed da UTI. Vamos nos reunir para tentar resolver a situação da dívida de mais de 400 milhões de taxas de Imposto Sobre Serviços (ISS) devido pela cooperativa. Nosso papel é falar para sociedade a real situação da Unimed Manaus e unir forças para salvá-la. Parabéns Dr. Mario Vianna pela coragem de enfrentar os grandes", disse.

O vereador Ademar Bandeira (PT) é usuário do plano de saúde há mais de vinte e cinco anos e tem acompanhado a crise da cooperativa. "Sinto-me lesado, pois quando preciso de um profissional ele não atende mais. Tenho procurado o guia da cooperativa que não está mais disponível. A demanda da cooperativa é grande e a maioria usuários das empresas do distrito industrial. Não podemos ser punidos", disse.
Mario Vianna finalizou a Tribuna Popular agradecendo as manifestações de apoio dos vereadores e destacando a participação, reconhecida pela ANS, dos vereadores Isaac Tayha e Homero de Miranda Leão na defesa da cooperativa. Vianna sugeriu ainda, por parte da atual gestão uma reflexão no sentido de se afastarem, para que a ANS com uma comissão formada por técnicos e cooperados como observadores, possam orientar os cooperados quanto à recuperação da Unimed Manaus.
Fonte : SIMEAM



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1171 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)