Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar




Palavras-chave

Senador cobra cumprimento de resolução da ANS por planos de saúde



28/03/2012
Em discurso nesta terça-feira (27), o senador Paulo Davim (PV-RN) cobrou das operadoras de planos de saúde o cumprimento da resolução da Agência Nacional de Saúde (ANS) que estabelece prazos para as autorizações de consultas, exames e atendimento de urgência. Ele também pediu que a própria ANS seja mais rigorosa na fiscalização para garantir o cumprimento da determinação.

Segundo explicou Davim, a resolução diz que um paciente que necessita de procedimento de urgência, por exemplo, deveria ter autorização imediata para realizá-lo e isso não vem ocorrendo. Ao esperar pela autorização, tem o tempo de internação aumentado, arriscando-se a perder a vida ou a contrair infecção hospitalar em virtude de uma internação prolongada, lembrou o senador.

– Está havendo um desrespeito flagrante dos operadores de plano de saúde ao que determina a ANS, trazendo prejuízos aos usuários – disse.

Na opinião do parlamentar, as operadoras não estão conseguindo se adequar à nova realidade social do Brasil, com a ascensão de milhões de cidadãos à classe C, que tiveram elevação da receita familiar e agora lançam mão de forma mais frequente dos planos de saúde suplementar. Enquanto isso, os usuários sofrem com limitações de todas as ordens, ressaltou.

– Os planos não estão apresentando resposta a essa demanda crescente – avaliou.
Fonte : Agência Senado



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 617 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)