Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

'Plano Real' para educação, saúde e segurança é proposto por senador



17/11/2011
Em discurso nesta quarta-feira (16), o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) disse que é preciso corrigir as políticas equivocadas da atual administração federal, "caótica em vários setores", para o Brasil retomar a rota de crescimento. Para ele, o PSDB poderia atuar nesse sentido, com a construção de um novo "Plano Real".

- É necessário que possamos construir, dentro do PSDB, no Instituto Teotônio Vilela, presidido por Tasso Jereissati, o Plano Real para a educação, como foi feito para a economia, pelo presidente Fernando Henrique Cardoso; um Plano Real para a saúde; um Plano Real para a segurança pública, para que possamos oferecer isso à sociedade brasileira - disse.

Flexa Ribeiro disse que a constatação dessa necessidade surgiu a partir da realização do seminário Nova Agenda: Desafios e Oportunidades para o Brasil, no último dia 7, quando foram discutidas sugestões para uma nova agenda de desenvolvimento nacional.

- Uma nova agenda para o país visando o bem comum, e não o atendimento de interesses específicos, muitos deles espúrios - assinalou.

No encontro, foram debatidos os problemas da educação, como o ensino dissociado da realidade dos alunos, a alta evasão, e falta de visão estratégica. Na saúde, a demora na marcação de consultas, a falta de medicamentos, de profissionais e a descontinuidade de programas como o Saúde da Família foram apontados como problemas graves, que poderiam ser amenizados com a aprovação da regulamentação da Emenda 29, na pauta do Senado. Na saúde, disse o senador, há ineficiência e maus resultados, e o governo só pensa em criar um novo imposto.

Na segurança, o parlamentar trouxe um dado novo, as ocorrências policiais estão migrando das capitais do Sudeste para o Nordeste. Em 2004, 24% do total de ocorrências eram no Nordeste, índice que saltou para 36% em 2010.

Na economia, o seminário discutiu o investimento, que não cresce no país, as taxas de juros altas, a produtividade em queda e a falta de infraestrutura de portos, aeroportos e estradas, que não acompanhou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Acrescentou que o esperado era que o PIB crescesse 4,5% até o final do ano, mas seu crescimento deve ficar em pouco mais de 3%.

Aplauso

Flexa Ribeiro apresentou dois votos de aplauso: o primeiro para a estudante Sílvia Adriany Almeida Barreto, da escola Dr. José Márcio Ayres, de Belém, vitoriosa do estado no VI Concurso de Redação do Senado; e o segundo para a cidade de Altamira (PA), que completou 100 anos no último dia 6.
Fonte : Agência Senado



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 809 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)