Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Mercantilização da medicina será um dos temas do II Fórum Nacional de Ensino Médico


Foto: Fernanda Lisboa/RBW
Mercantilização da medicina será um dos temas do II Fórum Nacional de Ensino Médico
Comissão também decidiu incluir o tema internato nos debates do próximo Fórum de Residência Médica


28/09/2011
Dois novos temas - internato e mercantilização da medicina - serão incluídos na programação do próximo Fórum Nacional de Ensino Médico, que vai ser realizado nos dias 1 e 2 de dezembro, em Brasília. Nesta quarta-feira, 27, a Comissão Nacional de Ensino Médico se reuniu na sede do Conselho Federal de Medicina, para avaliar a primeira edição do Fórum, que aconteceu em julho do ano passado, e traçar as coordenadas visando à realizaçao do próximo evento.

Após a avaliação dos temas, das conferências e dos palestrantes, o I Fórum Nacional de Ensino Médico foi classificado como bem sucedido pelos integrantes da comissão, por isso o segundo, que dará ênfase ao novo Código de Ética Médica, deverá seguir a mesma linha, desta vez incluindo nos debates o internato, por conta da importância de se discutir como se tornar médico desde o início e não somente no período de especialização, e mercantilização da saúde, que envolve a preocupação da segurança do paciente no plano da tecnologia atual, na qual existe interesse mercadológico.

Na ocasião, os organizadores do evento também pretendem apresentar o estudo que está em andamento sobre a demografia médica no Brasil. A previsão é de que até a segunda quinzena de novembro esse estudo já esteja concluído. A iniciativa partiu da Comissão Nacional Pró-SUS, em conjunto com a Comissão de Ensino Médico, ambas formadas por membros da Federação Nacional dos Médicos, Associação Médica Brasileira e do Conselho Federal de Medicina. A pesquisa visa ampliar o debate da necessidade de se formar mais médicos no país, levando-se em conta a qualificação profissional, a localidade e os recursos disponíveis.

"O I Fórum foi um sucesso, tendo como principal objetivo discutir a qualidade do ensino médico do Brasil, debatendo a questão da abertura de novas escolas. No momento, procuramos aprofundar os assuntos que já foram colocados e balizá-los, como também abordar novos temas que estão na mídia", declarou a presidente da FENAM Regional Centro-Oeste/Tocantins e representante da Federação no encontro, Janice Painkow.

Dentro da pauta da reunião, foram discutidas ainda questões relacionadas à revalidação e entrega de diploma, abertura de nova escola médica em Tocantins e residência multiprofissional, bem como estágio e cursos de extensão.

Sobre a abertura de uma nova faculdade de medicina em Tocantins, ficou definido que as entidades médicas nacionais vão encaminhar um documento ao Ministério da Educação, denunciando a implantação do curso e pedindo vistoria.

Em relação à Medida Provisória 520/2010, aprovada pela Câmara dos Deputados, criando a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), as entidades médicas estão aguardando os pareceres de seus departamentos jurídicos para que possam se posicionar.

No caso da residência multiprofissional, a conclusão foi de que esse tipo de residência não confere título de especialista.

Cacilda Pedrosa de Oliveira, Jecé Freitas Brandão, José Luiz Bonamigo, José Luiz Weffort, Lúcio Flávio Gonzaga, Luís Alberto Bacheschi e Nelson Grizzard também participaram do encontro da Comissão de Ensino Médico, que é coordenada pelo 1º vice-presidente do CFM, Carlos Vital Corrêa Lima.
Fonte : Fernanda Lisboa e Denise Teixeira



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1559 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)