Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Em nota oficial, FENAM se solidariza com o movimento dos bombeiros do RJ


Foto: divulgação/FENAM
Em nota oficial, FENAM se solidariza com o movimento dos bombeiros do RJ
Na nota, assinada por Cid Carvalhaes, os médicos brasileiros, através da sua entidade sindical nacional, expressam pleno apoio à anistia aos bombeiros do Rio de Janeiro


28/06/2011
Em nota oficial, a Federação Nacional dos Médicos, através de manifestação unânime de seu Conselho Deliberativo, expressa solidariedade ao movimento da corporação dos bombeiros da cidade do Rio de Janeiro. No documento, assinado por Cid Carvalhaes, presidente, e Mario Antonio Ferrari, secretário-geral, a FENAM afirma, entre outras coisas, que "causou espanto e total incompreensão a postura autoritária e prepotente do governo do Estado do Rio de Janeiro ao não atender as justas reivindicações dos soldados de combate aos riscos, ao fogo e atenção às tragédias, entre outros – Corpo de Bombeiro do Estado do Rio de Janeiro".


Nota Oficial

A Federação Nacional dos Médicos, através de manifestação unânime de seu Conselho Deliberativo, expressa solidariedade ao movimento da corporação dos bombeiros da cidade do Rio de Janeiro.

Causou espanto e total incompreensão a postura autoritária e prepotente do governo do Estado do Rio de Janeiro ao não atender as justas reivindicações dos soldados de combate aos riscos, ao fogo e atenção às tragédias, entre outros – Corpo de Bombeiro do Estado do Rio de Janeiro.

Não se compreende péssimos salários, condições inadequadas de trabalho, sacrifícios, sofrimentos, disponibilidade para população com atitudes grotescas, autoritárias e injustificáveis de um governo que se diz democrático e age de forma prepotente, discriminatória, autoritária e insensata, entre outras coisas para tentar coibir as legítimas reinvindicações dessa categoria profissional.

Somos médicos, fiéis defensores da saúde da população, lutadores convictos da preservação da autonomia, dignidade, decência e liberdade da população por significar estes conceitos uma das vertentes da saúde. Não compreendemos e não poderíamos compreender quaisquer atitudes que de alguma forma viessem transgredir os preceitos essenciais da cidadania. Lutar por mínimas condições de sobrevivência retratam o fiel respeito à sobrevivência elementar, garantia insofismável de qualquer preceito de dignidade. Acreditamos nos fundamentos essenciais das livres manifestações, no direito fundamental de reivindicações e acima de tudo a defesa consistente e digna na preservação da família, na essência fundamental dos preceitos de liberdade, livre manifestação do pensamento, direito inalienável de manifestação da consciência pensante, organizacional e de justas reivindicações.

Assim, os médicos brasileiros através da sua entidade sindical nacional expressam pleno apoio à anistia aos bombeiros do Rio de Janeiro ora em trâmite no Congresso Nacional, entendendo que sua recente mobilização respalda-se na legítima luta por sobrevivência decente, digna e compatível com a preservação dos preceitos essenciais da cidadania e da sobrevivência.
Brasília, 27 de junho de 2011



Dr. Cid Célio Jayme Carvalhaes - Presidente

Mario Ferrari - Secretário Geral
Fonte : Imprensa FENAM



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 706 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)