Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Médicos de João Pessoa aceitam proposta da prefeitura e encerram greve



21/06/2011
Em assembleia realizada na última segunda-feira (20), os médicos do município de João Pessoa decidiram acatar a proposta da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e encerraram a greve, que já durava 77 dias.

Na 8ºassembléia desde o inicio do movimento foi constatado a grande mobilização dos médicos, que participaram em grande número de todas as reuniões. Segundo o Sindicato dos Médicos, o mais importante foi que a categoria debateu as propostas apresentadas e colocou as condições de trabalho e a atenção aos pacientes e usuários do SUS sempre acima das questões financeiras.

As principais conquistas do movimento foram as seguintes:

- estabelecer condições de trabalho adequadas, que passarão a ser acompanhadas por uma comissão paritária em cada hospital, e criar objetivos para serem alcançados pactuados dentro das comissões, a fim de atender as demandas dos usuários;

- direito a uma melhor aposentadoria no fim de carreira;

- reajuste de 18,4% na remuneração já a partir de junho de 2011 e negociação de um percentual de mais 2,5% em março de 2012;

- mesa de negociação em março de 2012;

- extensão do pagamento da GDP para rede ambulatorial, que será paga através de produtividade estabelecida pelas comissões paritárias;

- abono das faltas e pagamento dos dias parados na greve;

- pagamento da remuneração integral (VB+GSHU+GDP) a partir de junho de 2012.

No entendimento da diretoria do SIMED/PB, o movimento demonstra, com clareza, a intenção da categoria médica de sempre buscar o melhor atendimento à população e a valorização do trabalho médico. Na compreensão da diretoria, o maior vencedor foi a população, que contará agora com comissões dentro de cada hospital para avaliar as condições de trabalho e atendimento ao usuário do SUS.

"Quanto ao Simed/PB resta a sensação do dever cumprido. E se todas as conquistas não foram alcançadas neste momento, temos a certeza de que todo esforço foi feito. Aproveitamos para agradecer a toda categoria médica, ao CRM/PB, AMPB e a Academia Paraibana de Medicina, assim como as entidades como o Ministério Público e outras entidades que intermediaram o acordo, e, principalmente, aos médicos que formaram o comando de greve que durante todo esse tempo dedicaram parte de suas vidas à luta pela valorização do trabalho médico e na busca de um SUS com qualidade e eficiência", afirma a diretoria do Simed/PB, acrescentando que a população, apesar de ter sido a mais prejudicada, compreenderá que os resultados que passarão a surgir desse movimento trarão como consequência um melhor atendimento nos hospitais".

Fonte : SIMED/PB



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1072 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)