Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

PA: médicos dos HPSMs de Belém adiam paralisação



27/09/2010
Os médicos dos Pronto-Socorros Municipais Mário Pinotti (14 de Março) e Humberto Maradei (Guamá), decidiram, na noite da última quinta-feira, 23, em assembleia realizada no Conselho Regional de Odontologia (CRO), que irão marcar uma nova audiência com o secretário municipal de Saúde, Sérgio Pimentel, e com o prefeito de Belém,, Duciomar Costa, para externar o descontentamento da categoria com as péssimas condições de trabalho e baixos salários. Um profissional que atua na rede municipal de saúde recebe, em média, ao se aposentar, cerca de 1.500 reais. Além disso, muitos médicos reclamam da falta de espaço e da desorganização generalizada nos dois pronto-socorros de Belém.

"As insatisfações dos médicos são muitas. Vão desde a falta de equipamentos básicos, materiais, a perdas salariais que não são repostas desde a administração atual. Os estados do Pará e Roraima, por exemplo, são os únicos da região Norte que não possuem um Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV). Além disso, muitos deles não são concursados, como manda a lei municipal. Isso é inadmissível’, denuncia João Gouveia, diretor do Sindicato dos Médicos do Pará.

De acordo com ele, a categoria mobilizará todos os médicos da Sesma para pressionar a prefeitura de Belém para um acordo em relação às reivindicações. ‘Caso não haja um consenso, a categoria decidirá pela paralisação de suas atividades ainda este ano’, complementa Gouveia.

O médico Erivaldo Pereira, um dos diretores do Sindmepa, e que atua há 18 anos no HSPM da 14 de Março, diz que em alguns momentos pacientes com problemas diferentes são atendidos num mesmo local. ‘Como o fluxo de pacientes é muito grande, isso acaba inviabilizando o trabalho do médico, além de causar um desconforto grande para o paciente’, expõe Pereira.

Só este ano já foram feitas duas visitas técnicas no HPSM da 14 de Março. A primeira com a diretoria do Sindmepa. Já a segunda, acompanhada de representantes do Ministério Público Estadual, Conselho Regional de Enfermagem e Nutrição, Conselho Regional de Medicina. Até o momento nenhuma providência foi tomada.
Fonte : SINDMEPA



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1311 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)