Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Comissão Nacional em Defesa do Ato Médico se reúne em Brasília



02/02/2010
A Comissão Nacional em Defesa do Ato Médico se reuniu nesta terça-feira (02/02) na sede do Conselho Federal de Medicina (CFM), em Brasília, para discutir estratégias de defesa e ações visando à aprovação do Projeto de Lei 7.703/2006, que define os atos privativos do médico e regulamenta a profissão de medicina. Uma delas é a produção de material para prestar esclarecimento à sociedade e a outras profissões da área de saúde, de forma clara, objetiva e pacífica, sobre informações que os médicos afirmam não serem verdadeiras e que estão sendo divulgadas acerca do assunto. Uma das questões que devem ser esclarecidas é a que diz respeito ao exame citopatológico, um dos itens mais polêmicos do projeto.

O PL 7.703 foi aprovado em outubro de 2009 na Câmara dos Deputados e agora aguarda a votação do Senado. Se aprovado, segue para a sanção presidencial.

Participaram da reunião Roberto D´Ávilla, Waldir Cardoso, Alceu Pimentel, Dirceu Salles, Neuman Macedo, José Antônio Ribeiro Filho, José Sérvulo Nunes, Wirlande Santos da Luz e Napoleão Puentes de Salles, pelo Conselho Federal de Medicina; Lázaro Fernandes de Miranda, pela Associação Médica Brasileira; e Tilma Belfort de Moura e Malu David de Souza, pelo Sindicato dos Médicos de Pernambuco.
Fonte : Taciana Giesel, com edição de Denise Teixeira



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1429 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)