Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Presidente da FENAM diz que é preciso rever a estrutura acadêmica do país e discutir a formação dos médicos


Foto: divulgação
Presidente da FENAM diz que é preciso rever a estrutura acadêmica do país e discutir a formação dos médicos
Argollo também considera necessário adequar os currículos aos tempos modernos, pois estão muito defasados.


06/08/2009
Em entrevista à rádio FENAM, o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Paulo de Argollo Mendes, falou sobre a educação médica, tema do simpósio que será realizado nos dias 14 e 15 de agosto e que vai comemorar os 80 anos do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp). Argollo, que abre o evento, disse que boa parte das dificuldades enfrentadas pela categoria hoje é fruto do crescimento desordenado das faculdades de Medicina. Para o dirigente, é preciso rever a estrutura acadêmica do país e discutir a formação dos médicos.

"É importante que os médicos se apropriem dessa questão, discutam o tema e tomem decisões pró-ativas, que estabeleçam claramente quais são as metas que precisam ser atingidas e como a categoria vai interferir nesse processo", apontou o dirigente da FENAM.

Argollo acrescentou que existe uma enorme confusão e poucos parâmetros bem estabelecidos e acha que é necessário discutir a formação médica, rever a estrutura acadêmica e, principalmente, adequar aos tempos modernos os currículos que estão, em sua maioria, muito defasados.

As entidades médicas criticam o modo de formação atual dos médicos e lutam pela implantação de um comitê, formado por membros das entidades em parceria com o Ministério da Educação (MEC), para fiscalizar as universidades e avaliar a formação dos médicos.

"O grande problema é que as faculdades de Medicina não têm qualquer controle de qualidade. A faculdade produz o médico, seu produto final, e ela mesma atesta a qualidade do produto que fez. Então nós precisamos ter uma espécie de controle externo capacitado", ressaltou Paulo Argollo.

Argollo também elogiou a atuação do Simesp ao longo desses 80 anos. "A data marca e sublinha toda uma trajetória e tradição de bons serviços prestados à categoria e a causa da Saúde".

O simpósio sobre educação médica será realizado na sede do Sindicato dos Médicos de São Paulo, na capital, nos dias 14 e 15 de agosto, e discutirá temas como "panorama do ensino médico de graduação", "residência médica e formação do especialista" e a "avaliação de egresso".

Confira a matéria completa na rádio FENAM .
Fonte : Taciana Giesel



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 2733 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)