Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Médicos vão debater com senador Paulo Paim a situação da saúde no Brasil


Foto: Divulgação/SindMedRJ
Médicos vão debater com senador Paulo Paim a situação da saúde no Brasil
Senador Paulo Paim (centro) atendeu o pedido dos dirigentes do SindMed/RJ e da FENAM e marcou a audiência


10/06/2009
O Senado Federal vai realizar, no dia 7 de julho, em Brasília, uma audiência pública para discutir a situação da saúde no Brasil e o trabalho médico. O pedido para a realização da audiência foi feito por dirigentes do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro e da Federação Nacional dos Médicos. Na última segunda-feira, dia 8, Paulo Paim recebeu para uma reunião em seu gabinete o presidente da FENAM, Paulo de Argollo Mendes, e o presidente do SinMed-RJ, Jorge Darze, que sugeriram o tema ao senador.

A reunião com o senador em Brasília foi marcada pelo presidente do SinMed-RJ, Jorge Darze, que agendou o encontro com Paulo Paim para apresentar as propostas da categoria médica, com o objetivo de buscar apoio do parlamentar para solucionar as questões enfrentadas pelo setor.

Para o presidente da FENAM, a saúde só vai melhorar quando os governantes pararem de ver o setor como despesa, ao invés de um investimento. “A saúde pública só vai ter solução quando nós conseguirmos convencer os governantes de que saúde é um investimento e não despesa. E um dos melhores caminhos para se fazer isso é a discussão dentro do próprio parlamento”, apontou Argollo.

De acordo com Jorge Darze, a situação da saúde é grave, tanto para a população, quanto para os médicos, que enfrentam condições precárias de trabalho e baixos salários. “A crise na saúde se manifesta de várias formas, mas tem uma questão desta crise que viola os chamados exercícios éticos da medicina sob vários aspectos: o da remuneração, que é baixíssimo, e o da condição de trabalho” assinalou Darze.

Entre as questões a serem abordadas na audiência marcada para o dia 7 de julho estão o financiamento da saúde, a interiorização do médico, carreira de Estado, e Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV).

Ao fim da reunião, Paulo Argollo agradeceu a iniciativa de Jorge Darze "pelo empenho demostrado na defesa dos interesses de toda a categoria" e convidou médicos e lideranças a participarem do evento.

Também participaram do encontro o secretário geral da Federação, Mário Fernando Lins, o diretor do SindMed-RJ, Jorge Luís do Amaral, e o assessor da presidência do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul, Carlos Suñol.

Fonte : Taciana Giesel, com edição de Denise Teixeira



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1420 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)