Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

STF promoverá audiência para debater a saúde pública brasileira



09/03/2009
Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, convocou uma audiência pública, nos dias 27 e 28 de abril, com o objetivo de ouvir depoimentos de especialistas sobre questões técnicas, políticas, administrativas e jurídicas que afetam o Sistema Único de Saúde (SUS).

O debate servirá para orientar o julgamento de diversas ações que tramitam no STF sobre fornecimento de medicamentos, suplementos alimentares, órteses e próteses, criação de vagas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), contratação de servidores de saúde, realização de cirurgias e tratamentos médicos no exterior.

A audiência pública permite a participação de interessados, que podem pedir para serem incluídos no evento até o dia três de abril pelo e-mail audienciapublicasaude@stf.jus.br. O evento será realizado nos dias 27 e 28 de abril, das 10h às 12h e das 14h às 18h, e vai ser transmitito ao vivo pela TV Justiça e pela Rádio Justiça.

Entre os pontos a serem abordados nos depoimentos estão a responsabilidade dos estados em matéria de direito à saúde, as fraudes no SUS e a obrigação do Estado de custear prestações de saúde não abrangidas pelas políticas públicas existentes e de fornecer medicamento não licitado e não previsto nas listas do SUS.

Fonte : Agência Brasil



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 1004 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)