Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Uso simult?neo de quimioterapia e radioterapia deve ser evitado em mulheres com c?ncer de mama



03/03/2005
Pesquisadores afirmam que tratamento aumentaria o risco de neutropenia febril (baixa taxa de leuc?citos e febre), doen?a cuja taxa de ?bito chega a 21%. Quimioterapia

nas primeiras 24h ap?s cirurgia tamb?m seria prejudicial.



Segundo dados do INCA, dentre os diferentes tipos de c?ncer, o de mama ? a principal causa mortes entre as mulheres. Estima-se que s? em 2005 ser?o diagnosticados 49.470 casos novos no Brasil - o que equivale a 52,9 pessoas a cada 100 mil habitantes. No Sudeste, esse n?mero chega a 73 a cada 100 mil. Al?m das complica??es naturais ? doen?a, em alguns casos, o pr?prio tratamento pode causar outras enfermidades, como no caso da neutropenia febril, decorrente do uso de quimioter?picos. A doen?a, que abre caminho para diversas infec??es, se caracteriza pela diminui??o da taxa de gl?bulos brancos (respons?veis pela prote??o do organismo) associada ? febre, e sua taxa de ?bito chega a 21% dos casos.



Preocupados em estabelecer o que pode levar uma mulher com c?ncer de mama a desenvolver esse quadro, pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeir?o Preto da USP (FMRP/USP) realizaram um estudo com 65 pacientes tratadas com quimioterapia no per?odo de janeiro de 1990 a dezembro de 2002. No estudo, a taxa de ?bito foi de 23%. "Identificamos dois fatores de risco associados ? ocorr?ncia de neutropenia febril: a realiza??o de quimioterapia nas primeiras 24 horas ap?s a cirurgia (de retirada do tumor) e a realiza??o concomitante de quimioterapia e radioterapia da

mama", afirmaram os estudiosos em artigo publicado na Revista da AMB (v.50, n? 4). Ao contr?rio de outros estudos, n?o foi encontrada rela??o entre a ocorr?ncia da doen?a e idade superior a 60, ?ndice de massa corporal, menopausa ou presen?a de comorbidades (outras enfermidades).



No texto, os pesquisadores explicam que para cada mulher com neutropenia febril selecionada para o estudo foram selecionadas para controle quatro pacientes somente com c?ncer de mama, com as seguintes semelhan?as: n?mero de ciclos quimioter?picos anteriores e data da realiza??o, drogas e doses empregadas. Segundo eles, os dados cl?nicos e laboratoriais foram obtidos dos prontu?rios m?dicos. Do total de pacientes analisados, 13 mulheres possu?am a doen?a e, nesse grupo, tr?s (23,1%) foram a ?bito - dois haviam sido submetidos ? quimioterapia 24h ap?s a cirurgia. Cinco pacientes tiveram ao menos duas infec??es, sendo as mais comuns a pneumonia (quatro casos), candid?ase oral (quatro) e infec??o em s?tio cir?rgico (tr?s).



"Muitos pacientes t?m neutropenia (diminui??o de gl?bulos brancos), mas n?o t?m febre. Associada ? febre ? que ela se torna um forte indicador de que pode haver infec??o grave no paciente", explica Jurandyr de Andrade, professor do Departamento de Ginecologia e Obstetr?cia da FMRP/USP e um dos respons?veis pelo estudo. Segundo o artigo, a ocorr?ncia desse quadro associado ? quimioterapia para o c?ncer de mama pode interferir negativamente na continuidade do tratamento e na qualidade de vida da paciente. "Isso acontece em virtude de interna??es prolongadas, complica??es, e atraso na aplica??o do ciclo de quimioterapia subseq?ente", diz o texto.



Os pesquisadores sugerem, ent?o, que se deve individualizar o tratamento p?s-cirurgia e que a radioterapia deve ser adiada at? a ?ltima etapa da quimioterapia, desde que n?o se ultrapasse um intervalo de 20 a 24 semanas (cerca de seis meses) - per?odo suficiente para que as duas n?o sejam realizadas concomitantemente. "J? se provou que esse adiamento n?o causa nenhum tipo de preju?zo ao tipo paciente", defende Jurandyr Andrade.





Fonte : Ag?ncia Notisa - 03/03/2005



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 864 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)