Sindicatos Médicos:

 
Você não está logado
Entrar | Cadastrar

Sindicato dos M?dicos do Rio Grande do Norte denuncia falta de organiza??o no SUS



21/03/2003
A falta de organiza??o no Sistema ?nico de Sa?de do Rio Grande do Norte, que inclui, entre outras coisas, a precariedade nos contratos de trabalho, a n?o realiza??o de concurso p?blico para a ?rea de sa?de h? mais de dez anos e uma pr?tica que j? se popularizou como “ambulancioterapia”, atrav?s da qual os doentes s?o removidos de locais sem infra-estrutura de atendimento para os munic?pios mais bem estruturados em termos de assist?ncia ? sa?de. Foram estas as principais den?ncias feitas hoje, no Rio, pelo m?dico Eduardo Ronald da Costa, delegado da FENAM no Sindicato dos M?dicos do Rio Grande do Norte, durante o encontro que re?ne dirigentes de entidades m?dicas de todo o pa?s, na sede da Federa??o Nacional dos M?dicos.





Costa leu um documento, assinado pelo presidente do Sindicato, Manoel Batista de Ara?jo, no qual a entidade denuncia a falta de uma pol?tica voltada para o cumprimento das leis que regulam o SUS e pede provid?ncias para que o Sistema seja implantado em todos os munic?pios do Brasil, de forma plena.





No documento, o Sindicato afirma que a situa??o prec?ria no sistema de sa?de do Rio Grande do Norte j? foi objeto de den?ncias ao Minist?rio P?blico, mas as a??es judiciais n?o surtiram efeito. A entidade chama a aten??o para as formas de contratos estabelecidos no Estado, como os das cooperativas de anestesistas, a terceiriza??o do Hospital Pedi?trico Maria Alice Fernandes e a precariedade nos contratos para m?dicos do SAMU, entre outros.





“A maneira como o SUS est? sendo conduzido e administrado em nosso Estado, adotando uma pol?tica salarial injusta, levando insatisfa??o ?queles que a executam, neste caso os profissionais de sa?de, que lutam para que haja o cumprimento das normas que regulamentam o sistema e pela transpar?ncia na aplica??o dos recursos, jamais teremos uma pol?tica de sa?de que atenda com dignidade o cidad?o”, aponta o documento.





Diante da gravidade da situa??o, n?o s? no Rio Grande do Norte, como tamb?m em diversos outros estados brasileiros, o Sindicato dos M?dicos est? exigindo das autoridades a realiza??o de concurso p?blico; a fiscaliza??o rigorosa, por parte do Conselho Nacional de Sa?de, nos estados e munic?pios para a abertura de conta banc?ria especial dos recursos do SUS, e a cria??o do cart?o SUS para facilitar a transfer?ncia de recursos dos atendimentos feitos entre os munic?pios; al?m de outras propostas.


Fonte : Imprensa FENAM



Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 850 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Comentários


Deixe seu comentário






Digite as letras que você vê na imagem ao lado:



Interatividade
Nossos canais na Web 2.0
 
Informativo eletr�nico
Cadastre-se e receba por email as not�cias da









Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação |
© Federação Nacional dos Médicos - FENAM (2008)